sábado, 9 de maio de 2015

Ficha técnica - Dão Serra da Estrela 2012 (tinto/red) - Antonio Madeira



PRODUCÃO    
3 500 garrafas (26 HL/ha)

INFORMACÃO TECNICA
ALCOOL (%)    12.7
PH    3.57
ACIDEZ TOTAL (G/DM3)    5.52
ACIDEZ VOLATIL (G/DM3)    0.56
SO2 livre (MG/L)   22
SO2 total (MG/L)   58

REGIÃO    
Dão (Portugal), sub-região Serra da Estrela

PRODUTOR
Antonio Madeira

VINHA
Vinha velha com 50 anos, salva do abandono no Sopé da Serra da Estrela
Tipo de solo : granito
Altitude do mar : 450 m
Exposição Sul

CASTAS    
Field blend de mais de 20 castas autoctones em vias de extinção.
Base de Tinta Pinheira, Negro Mouro, Tinta Amarela e Baga.  

VITICULTURA
Viticultura de precisão
Não utilização de herbicidas, preservação da vida dos solos
Trabalho dos solos a cavalo e enxada
Poda Guyot (tradicional nas vinhas velhas do Dão Serrano)
Produção : 26 HL/ha

O ANO DE 2012
A Serra da Estrela, sub-região do Dão, conheceu um ano de 2012 bastante tardio, marcado por um inverno e primavera muito secos (o ano mais seco dos ultimos 80 anos). Frio e alguma chuva em Setembro vieram ainda mais atrasar o ciclo vegetativo. Tornou-se por isso um ano complicado para o viticultor. 
Foi necessario muito trabalho, viticultura de orfevraria para conseguir obter uvas perfeitas e maduras em condições tão adversas.

VINDIMA     
Vindima manual em caixas, em duas vezes, com escolha dos cachos maduros e sãos, em fim de Setembro e duas semanas depois em Outubro 2012.

VINIFICACAO
Metodos naturais focados na expressão da terra e do ano climatico.
Fermentação natural com as leveduras indigenas, em dornas abertas.
Nenhuma utilização de produtos enologicos a não ser o sulfuroso.
Regulação da temperatura com sacos de gelo.
Procurou-se pouca extracção, trabalhando-se por « infusão » na procura da elegância e finesse caracteristica da região.

ESTAGIO    
Depois de prensado, o vinho passou directamente para barricas usadas de carvalho francês, onde realizou a fermentação maloláctica até a primavera seguinte e estagiou durante 16 meses.
O engarrafamento foi efectuado em Julho de 2014.

NOTAS DE PROVA
Cor relativamente aberta.
Nariz puro, complexo e sem artificios, granito envolto de fruta vermelha fresca, sensações de ervas aromaticas, flores e pinhal.
Boca tensa, pura, saborosa, estruturada, fluida e cristalina. 
Final mineral muito longo, lembrando iodo quando acompanha bacalhau.

SUGESTÃO DE ACOMPANHAMENTO    
Bacalhau, cabrito, carne branca, arroz de pato

Sem comentários:

Publicar um comentário